quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Teu você em mim.

Às vezes parece que nem faz tanto tempo desde a última vez que nossos olhos sorriram com fulgor quase pueril.
Lembro-me tanto das tuas gesticulações e caretas quanto dos meus sorrisos bobos e incoerentes.
Ao olhar -me no espelho, lembro da minha imagem refletida em seus olhos e, sem que eu perceba,  lágrimas secas pingam nas bordas do vidro.
As nossas vontades trajadas com palavras censuradas e gentis também não saem dos limites de minhas reminiscências.
Ah, e o sorriso! O meu último sorriso seu. Ainda o tenho comigo e o carrego para todos os lados, dentro de mim.
Pensando bem, parece que muitos anos se passaram depois de nossos encontros e desencontros.  Metade de nós dois se foi e a outra metade, mesmo em frangalhos, ficou. Você, porém, não passou nem deixou pedaços teus em meus pedaços. Vejo-te inteiro, intacto, morando em alguns restos sentimentais do meu interior.
Eu não digo que o tenho, ou qualquer frase que contenha tamanha pretensão. Também não afirmo lembrar-me de você todo o tempo; lembro-me de você somente quando, em alguma parte do dia, penso e olho para mim.


(Ilustração: Antonio João Santos.)

15 comentários:

Mikaelly Andrade... disse...

Sou uma seguidora sua no tempo já considerado muito. E em seus textos sempre vejo um pouco de Clarice, eu também adoro essa escritora. Por isso resolvir sortiar um livro dela no meu blog, caso você se intesse, ai está o endereço:

http://devaneiosemergentes.blogspot.com/2010/07/sorteio-de-um-ano-de-aniversario-do.html

Belo Texto!!!

Anônimo disse...

maravilhoso texto, reconfortante como todas suas outras palavras. s2 *-*

Robson Araújo disse...

belo blog sem falar das ilustrações

Ana Carolina Polo disse...

"lembro-me de você somente quando, em alguma parte do dia, penso e olho para mim"
Que liiiiiiindo! Adorei o seu texto *-*

Noe* disse...

Nossa, seus textos são maravilhosos!
Parabéns pela sensibilidade ;)
Beijocas =*

Gaby Soncini disse...

Cleice tem selo no meu blog para você.

Grande Beijo.

Pérola Anjos disse...

Têm pessoas que levam pedaços. Têm pessoas que deixam pedaços. Têm pessoas que se tornam pedaços da gente.

Gostei muito do seu canto e das suas palavras!
Voltarei...

Beijo doce!

Karina disse...

Que Lindoo !!!
Muitoo profundo, ameii ..

Sobrepuja - se disse...

Que texto lindo...
eu amei!!!


parabens!

Nicera disse...

Belo demais.

Michele Peixoto disse...

Quando escrevemos algo que faz tocar outro coração, despertamos a empatia do leitor.
Este assim o fez em mim.
Muito inspirador.

Abraços,

www.michelepoetando.blogspot.com

suellen nara disse...

agora que li seu texto, descobri da onde veio aquela frase que postaram nos meus comentarios, foi essa:"Também não afirmo lembrar-me de você todo o tempo; lembro-me de você somente quando, em alguma parte do dia, penso e olho para mim."

é uma delicia quando cantam nossas palavras por aí... concorda?

beijos.

Verônica Heiss disse...

seu texto é tão bonito, tão delicado...
obrigada pela visita (:

Juliana Dias disse...

Textos sobre amor me encantam! O seu me fizeram imaginar os versos!

beijos!

Passa lá no meu blog depois!

nilo trindade disse...

mto foda essa parte:
" Também não afirmo lembrar-me de você todo o tempo; lembro-me de você somente quando, em alguma parte do dia, penso e olho para mim."

: p