domingo, 8 de maio de 2016

tenha calma, coração
que ele e só mais um
E não demora, não
vem o tempo, varre ele
e tua alma floresce de novo
outra paixão

Vê se sossega
que ninguém aguenta assim
o peso de estar
a mercê do luar
ou dos olhos de alguém

te sustenta, enfim, sozinho
que de nada adianta, coração
 acumular angustias, passado,
terreno isolado, solo infértil não da flores, não
 espera, aguarda tranquilo
que o amor, quando vem
eh mais que abismo
e já vem com asas, com suspiro
e com alivio.







3 comentários:

No Divã disse...

Certeza que isso passa. E quando passar rirá de si mesma por ter dado tanta importância a algo tão pequeno.
Passa, mas demora. Não te desesperer.

Lindo o teu blog.

Abraço.

Rodrigo Carmona disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RoCarm disse...

Antes de saltar do abismo é necessário saber usar as asas.
Belo texto